ingles
Condominio Comodidade... Vendas

A Cidade de Maranguape

HISTÓRIA DA CIDADE

Suas origens remontam aos estágios da pré-colonização, com o nome de Maragoab, conforme cartografia antiga. Dizia-se, a título de nota informativa, situar-se numa serra para aquém do lugar chamado das Amazonas, o que até certo ponto estará geograficamente correto. Em termos de colonização, aparecem como pioneiros o tenente Pedro da Silva e Amaro de Moraes, que a 12 de julho de 1707, obtêm por Sesmaria terras envolvendo o local onde pelos tempos adiante se formaria a povoação. Em posteriores concessões, são beneficiados, na mesma região, os sesmeiros Jorge da Silva (1711), Capitão Soares de Oliveira (1717), José Gonçalves Ferreira Ramos e Filipe Lourenço Ramos (1790).
A elevação do povoado à categoria de distrito, com vinculação ao Município de Fortaleza, ocorreu segundo Ato Provincial de 1º de janeiro de 1760. Em segundo Ato Provincial, datado de 18 de março de 1842, fundiu-se o Distrito ao Município de Fortaleza, desaparecendo a individuação anterior. Em Lei Provincial nº 553, de 17 de novembro de 1851, deu-se a sua desvinculação do Município de Fortaleza e consequentemente a sua elevação à categoria de Vila. Sua elevação à categoria de Município ocorreu segundo Lei Provincial nº 1.282, de 28 de setembro de 1869, com a denominação atual.
As primeiras manifestações de apoio eclesial decorrem de Lei Provincial nº 485, de 4 de agosto de 1849, transferindo para Maranguape a freguesia até então com sede em Messejana, tendo como padroeira Nossa Senhora da Penha. A primitiva capela situava-se à margem direita do Riacho Pirapora, no lugar posteriormente denominado de Outra Banda. Em virtude da inexistência de condições físicas da primitiva capela, procedeu-se à demolição desta e programou-se a construção de templo mais adequado. Quando da execução inicial das respectivas obras, estas, então foram suspensas, havendo como pretexto desavenças entre os habitantes de Outra Banda e moradores da margem esquerda do já citado riacho Pirapora, girando a questão em torno do padroeiro cuja preferência se dividia entre Nossa senhora da Penha e São Sebastião. Resultou do impasse a edificação do templo dedicado a São sebastião e o reerguimento da extinta capela em honra de Nossa senhora da Penha, dividindo-se também o padroado.


COMO CHEGAR
Localização

Metropolitana de Fortaleza

Limites

Norte: Caucaia e Maracanaú; Sul: Palmácia; Leste: Maracanaú e Pacatuba; Oeste: Pentecoste e Caridade.

Acesso Rodoviário

CE-065

Distâncias
19 km da Capital.